MOTIVAÇÕES

move, aprende, transforma

existem somente linhas

A expressão acima foi pescada de uma argumentação de Deleuze e Guattari (no livro Mil Platôs I): “não existem pontos ou posições num rizoma como se encontra numa estrutura, numa árvore, numa raiz. Existem somente linhas”. Há nesta ideia – na maneira que a entendemos – um certo formigamento que nos empurra e nos tira da cadeira.

São linhas que nos desconfortam diante do pensamento linear, cartesiano, matemático. Movendo-se em muitas direções, constantemente, revelando campos e forças que se recombinam, se esparramam e se concentram. Por aqui vamos numa caminhada, percebendo sabores de cada conhecimento e tentando reparar naquilo que estamos vendo.

Referências que dançam nos pensamentos

Pelas mãos e olhos, em diversos momentos da caminhada, passaram algumas linhas do pensamento das pessoas que listamos aqui.

Várias outras ideias se conectam com pontas puxadas por elas. Tantas são que até se torna difícil manter o ritmo e entender o bailado.

Aprender é uma coisa que a gente vai pegando o jeito e segue bailando ao longo da vida. Nesse coletivo sempre tem vaga.

Move

MUDANÇAS

transforma, aprende, move

Um pouco do perfil mais profundo de cada um

Marcelo Inácio de SousaSynara de Almeida

percursos formativos

Visão de Saúde

Pessoas adoecem e se curam na relação – conheça a linha

Passeio com o pensamento crítico

Carona na expedição por 12 pensadores da atualidade feita pelo CPF do Sesc SP e pela Boitempo Editorial   – conheça a linha